1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2.598.757 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Novas Regras Minha Casa Minha Vida 2018

O programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal e da Caixa Econômica já ajudou milhões de pessoas em todo o Brasil, mas ele passou por algumas mudanças e outras ainda vão ocorrer. Saiba aqui tudo o que aconteceu ou poderá acontecer no programa.

O que é o Minha Casa Minha Vida?

O Minha Casa Minha Vida foi criado em 2009, com o objetivo de facilitar o acesso a moradias dignas, por pessoas que não possuem condições financeiras. O Programa já entregou mais de 2,5 milhões de imóveis, entre novos e usados.

Minha Casa Minha Vida 2015 e 2016 Cadastro e Inscrição

Minha Casa Minha Vida 2017 Cadastro e Inscrição

O sistema está presente em todos os estados brasileiros, seu financiamento pode ser pago em até 30 anos, e conta com baixíssimas taxas de juros. Conseguir esse financiamento é simples, basta realizar um cadastro em uma agência da Caixa.

Corte no Orçamento em 2018

Desde que foi lançado, o programa não havia passado por grandes mudanças, mas em 2017, isso começou acontecer. Uma das novas medidas adotadas foi o corte no crédito oferecido. O Governo Federal pretendia ofertar mais de 3 milhões de novos imóveis até 2018, mas com os cortes isso não será possível.

Mudança na Renda Mínima para Participar

Atualmente o Minha Casa Minha Vida está na terceira edição. Nas duas primeiras fases, a renda mínima familiar era de R$1,6 mil, agora este valor subiu para R$1,8 mil.

Minha Casa Minha Vida.

Minha Casa Minha Vida. Imagem:divulgação

Também foi criado a chamada faixa 1,5,que é uma faixa de renda intermediária, para famílias que recebem até R$2.350 mensais. As menores cobranças de juros estão nessas faixas de renda.

Juros maiores a partir de 2018

Todos os juros cobrados pelo Minha Casa Minha Vida aumentaram. Os participantes da faixa 2 e 3 do programa, agora pagam tarifas que variam entre 5% a 7,16% ao ano. Conforme a renda familiar for maior, mais altos serão os juros, podendo chegar a 8% anuais. A faixa 1 continua sem nenhum tipo de cobrança, e a nova faixa, de até R$2.350 cobra 5% ao ano.

Novos Limites para as Prestações Minha Casa Minha Vida

Seguindo as outras mudanças, o valor máximo do salário que podia ser comprometido também foi alterado. Antes os participantes do Minha Casa Minha Vida podiam comprometer apenas 5% da renda familiar mensal com o pagamento das parcelas, agora essa porcentagem subiu para 10%.

Inscrição Minha Casa Minha Vida no Rio de Janeiro

Minha Casa Minha Vida, – 2017 (Foto: Divulgação)

Mas para famílias que recebem mais, o limite pode chegar a 20%. A utilização do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), como forma de pagamento continua mantida.

Futuras Mudanças no Minha Casa Minha Vida

Toda a terceira fase do programa deve passar por um grande estudo, a fim de conhecer os reais limites do programa. Isso tem o objetivo de não gerar falsas expectativas, ou anunciar um número de imóveis que não possuem a disposição.

Fique de olho nas Mudanças do Minha Casa Minha Vida

Antes de fechar um contrato, é fundamental que você tenha certeza que é isso que realmente deseja. O financiamento é longo, e o comprador deve ter a certeza que poderá pagar todas as prestações. Por isso analise bem várias opções, até encontrar a ideal, além de estar informado sobre as mudanças no programa.

Comente (será moderado)